Os da Ría brindan por un 2014 “supersenlleiro”
Martes Decembro 31st 2013,
Filed under: Música,Videocreación
Comentarios desactivados en Os da Ría brindan por un 2014 “supersenlleiro”

Súmome a Arturito e Fabián para desexarvos o mellor no 2014 e nos que están por vir e que poidamos seguir compartindo moitas risas:

 



Adriana Calcanhoto canta “Fico assim sem você”
Mércores Decembro 11th 2013,
Filed under: Brasil
Comentarios desactivados en Adriana Calcanhoto canta “Fico assim sem você”

Por que é que tem que ser assim
Se o meu desejo não tem fim
Eu te quero a todo instante
Nem mil alto-falantes
vão poder falar por mim

Amor sem beijinho
Buchecha sem Claudinho
Sou eu assim sem você
Circo sem palhaço,
Namoro sem amasso
Sou eu assim sem você

Tô louco pra te ver chegar
Tô louco pra te ter nas mãos
Deitar no teu abraço
Retomar o pedaço
Que falta no meu coração

Eu não existo longe de você
E a solidão é o meu pior castigo
Eu conto as horas
Pra poder te ver
Mas o relógio tá de mal comigo

Por quê? Por quê?

Neném sem chupeta
Romeu sem Julieta
Sou eu assim sem você
Carro sem estrada
Queijo sem goiabada
Sou eu assim sem você

Por que é que tem que ser assim
Se o meu desejo não tem fim
Eu te quero a todo instante
Nem mil alto-falantes
vão poder falar por mim

Eu não existo longe de você
E a solidão é o meu pior castigo
Eu conto as horas pra poder te ver
Mas o relógio tá de mal comigo (2X)

Álbum: Adriana Partimpim (2004)



Toquinho canta “Aquarela”
Mércores Decembro 11th 2013,
Filed under: Brasil
Comentarios desactivados en Toquinho canta “Aquarela”

Numa folha qualquer eu desenho um sol amarelo.

E com cinco ou seis retas é fácil fazer um castelo.

Corro o lápis em torno da mão e me dou uma luva.

E se faço chover com dois riscos tenho um guarda-chuva.

Se um pinguinho de tinta cai num pedacinho azul do papel,

num instante imagino uma linda gaivota a voar no céu.

Vai voando contornando a imensa curva norte sul.

Vou com ela viajando, Havaí, Pequim ou Istambul.

Pinto um barco a vela branco navegando.

É tanto céu e mar num beijo azul.

Entre as nuvens vem surgindo um lindo avião rosa e grená.

Tudo em volta colorindo com suas luzes a piscar.

Basta imaginar e ele está partindo, sereno indo,

e se a gente quiser ele vai pousar.

Numa folha qualquer eu desenho um navio de partida,

com alguns bons amigos, bebendo de bem com a vida.

De uma América a outra eu consigo passar num segundo.

Giro um simples compasso e num círculo eu faço o mundo.

Um menino caminha e caminhando chega num muro.

E ali logo em frente a esperar pela gente o futuro está.

E o futuro é uma astronave que tentamos pilotar.

Não tem tempo nem piedade, nem tem hora de chegar.

Sem pedir licença muda nossa vida, e depois convida a rir ou chorar.

Nessa estrada não nos cabe conhecer ou ver o que virá.

O fim dela ninguém sabe bem ao certo onde vai dar.

Vamos todos numa linda passarela de uma aquarela

que um dia enfim….

descolorirá!

Letra de Toquinho e Vinicius de Morães.
Álbum: Aquarela (1983)



Papás e mamás.
Sábado Decembro 07th 2013,
Filed under: Feminino-Masculino,Videocreación
Comentarios desactivados en Papás e mamás.

Mamás Y Papás – Mummies & Daddies (2008)

Moisés Romera e Marisa Crespo dirixiron e produciron esta impresionante curtametraxe en 2008.

Elenco:
Nerea Gómez no papel de Nena
Pepa Gómez no papel de Mamá
Carlos Tormo na voz de Papá